Cervejas selvagens

AULA PRESENCIAL
14/SET - 15h às 19h

Pela definição de cerveja na legislação brasileira, cerveja deve conter apenas água, malte e lúpulo, pena que nenhum desses ingredientes sejam brasileiros, e nem sejam produzidos por aqui. Mas nem tudo está perdido, podemos fazer nossa própria cerveja com ingredientes brasileiros que possuirá as características esperadas (álcool, amargor e aroma) e com garantia de ser original, sazonal, local e também medicinal.

Imagine uma cerveja de jatobá com cipó-cravo. Ou de Barbatimão e Pimenta Rosa. Andiroba e flor de Sabugueiro. Venha liberar a bruxa que habita o seu ser!

Na aula prática iremos preparar um mosto cervejeiro utilizando ingredientes exclusivamente brasileiros e cada aluno receberá um pote de fermentação e levará para fermentar 2,5 litros de cerveja em casa. Você irá fazer, fermentar e tomar a cerveja feita em aula!

Saber fazer a própria bebida é um passo importante de emancipação política e extremamente gratificante, para seguir a trilha da autosuficiência e (re)conhecimento das formas de produção dos alimentos.

Atenção:
Com o intuito de ser uma técnica rápida para preparo de cerveja em casa, não utilizaremos e nem abordaremos o uso de grãos/moagem/malte nem outros aspectos da cervejaria convencional. Apenas o que está descrito no conteúdo programático do curso.


PROGRAMAÇÃO

Introdução à fermentação

Iremos discorrer sobre a mudança em nossa alimentação e qualidade de vida desde os primórdios da agricultura até o mundo contemporâneo.

Faremos uma explanação sobre o que é fermentação (bioquimicamente e na gastronomia) e sua importância no desenvolvimento da civilização.

Discutiremos a quebra de paradigma que está ocorrendo na medicina, biologia, nutrição e outras áreas da saúde no que diz respeito ao entendimento de nosso corpo como um ecossistema complexo habitado por diversos microrganismos.


Cervejas selvagens

Iremos explicar passo a passo de como fazer a cerveja em casa:
– Boas práticas de higiene e sanitização
– Tipos de levedura: puras e selvagens
– Utilização e maltagem de outros grãos
– Fontes alternativas de carboidratos (melado, rapadura, mel, batata doce, beterraba, abóbora, banana verde)
– Adição de ervas, flores e outros agentes de amargor e aroma
– Adição de ingredientes especiais: batata doce, abóbora, arroz e outros
– Resfriamento do mosto
– Inoculação das leveduras
– “Contaminação” segura e controlada para sour e funky brejas
– Priming e engarrafamento


Mão na massa

Após as explicações, iremos distribuir os potes de fermentação e começar o preparo de um único mosto que será distribuído para os participantes, onde cada um poderá fazer a sua composição especial e claro, provaremos diversas cervejas diferentes.

Todos irão levar para casa um pote de fermentação e mais 2,5 litros de cerveja fermentando para finalizar em casa.


Finalização

Iremos retomar os próximos passos da fermentação que irá acontecer em casa e os próximos passos de envase. Em seguida, abrir para dúvidas.


Cada aluno levará para casa ao final do dia 01 pote de 3 litros com airlock com 2,5 litros de cerveja fermentando e guia ilustrado impresso.